E se acionarmos o freio de estacionamento com o carro andando?

Assista ao teste: fomos para a pista descobrir o que acontece se o freio de estacionamento eletrônico (por botão) for acionado com o carro em movimento

Freio de estacionamento eletrônico do Jeep Renegade

Freio de estacionamento eletrônico do Jeep Renegade

Provavelmente você já sabe o que acontece quando a alavanca do freio de estacionamento – ou freio de mão – é puxada com o carro em movimentoNão sabe? A gente conta. As rodas do eixo traseiro vão travar e o carro irá rodar no próprio eixo seguindo a direção do volante. É o princípio do cavalo de pau.

Mas o que acontece com os carros equipados com freio de estacionamento eletrônico – aqueles acionados por um botão?

Nesse caso, um atuador elétrico é ativado pelo controle e trava mecanicamente as rodas. Porém, esse recurso serve para manter parado um veículo que já está com a transmissão em P ou neutro (ou ponto morto).

Assim, quando o freio é acionado com o carro em movimento, ele não derrapa igual ao freio de mão; isso porque ele aciona a frangem de emergência com a capacidade máxima de frenagem naquela condição. Logico que isso depende de cada carro. Então com freio elétrico não tem cavalo de pau, porque ele aciona não só os freios traseiros, mas também os dianteiros

Para descobrir o que acontece ao fazer isso com o carro em movimento, levamos um Audi Q3 para o campo de provas da Pirelli, no interior de São Paulo, e fizemos o teste. Veja:

Equipe Classic Premium 

Fonte: http://quatrorodas.abril.com.br/noticias/e-se-acionarmos-o-freio-de-estacionamento-com-o-carro-andando/
Abrir chat
💬 Precisa de ajuda?
Olá 👋
Podemos te ajudar?